O Bahiadoc conversou com poetas baianos fundadores da revista Hera. Confira uma prévia do doc.

 

O Bahiadoc – arte documento registrou encontros com poetas baianos que fundaram a revista Hera, publicação que em seus 20 números editados entre 1972 e 2005, engendrou uma marcante movimentação literário-cultural em Feira de Santana, com destacada reverberação na Bahia e importante repercussão nacional.

A nossa ideia é compor um painel audiovisual a partir das conversas com os poetas baianos, buscando apresentar a revista Hera a partir das falas de seus fundadores e estimular discussões sobre a importância histórica do intenso movimento literário que a revista engendrou, contribuindo para a memória cultural e para a reflexão sobre um importante capítulo da literatura baiana. Nós entrevistamos os poetas, escritores e artistas visuais Antônio Brasileiro, Juraci Dórea, Washington Queiroz, Wilson Pereira de Jesus, Roberval Pereyr e Uaçaí Lopes.

Consideramos, afinal, que a essência da poesia – como manifestação humana do sentimento traduzido em imagem através da linguagem – compõe fundamental substância para a criação estética audiovisual, mote e razão da relação que nós do Bahiadoc – arte documento queremos construir com nosso público potencial e com os novos agentes criativos do cenário baiano independente de audiovisual, ajudando a difundir e potencializar realizações que contemplem olhares autorais sobre as nossas realidades e que valorizem e se aproximem da rica história cultural baiana.

Em breve, o material estará disponível no sítio para livre acesso e difusão.

A nossa produção contou com o apoio da Diretoria de Audiosual e Multimeios – DIMAS/Funceb, através do NAP – Núcleo de Apoio à Produção, que oferece suporte às produções independentes na Bahia disponibilizando equipamentos e técnicos para as filmagens.

A REVISTA HERA

A revista Hera foi criada, no início da década de 70, a partir do incentivo do professor, escritor e poeta Antônio Brasileiro, que editou escritos de cinco estudantes do ensino médio do Colégio Estadual de Feira de Santana. No primeiro número, feito em 1972 (com data de janeiro de 1973 na edição impressa), foram publicados contos de Antonio Carlos Vilas Boas, Roque Portela, Roberval A. Pereira, Washington Queiroz e Wilson Pereira, os fundadores.

Nos dois números seguintes (abril-1973 e outubro-1973), permanece o gênero conto. Do número quatro (junho-1974) ao número vinte (abril-2005) a revista Hera encontra a identidade pela qual é reconhecida, uma revista de poesia, com mais de 900 poemas publicados (de 100 autores).

Lançamento da edição fac-similar

Através da Uefs Editora e da Fundação Pedro Calmon, foi publicada a edição fac-similar que reúne, em um único volume, as vinte edições da revista Hera, que saíram entre 1972 e 2005. Este volume, que é o primeiro da coleção Memória da Literatura Baiana, foi lançado, com momento de autógrafos, no dia 6 de dezembro, no Palácio da Aclamação, em Salvador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s