Salvador sediará Festival de Ilustração e Literatura

O evento terá exposições, oficinas, mesas redondas e lançamento de livros. De 2 a 6 de abril, na Biblioteca Pública dos Barris.

Captura de tela 2013-03-25 às 07.35.38O I Festival de Ilustração e Literatura da Bahia, que acontecerá entre os dias 02 e 06 de abril, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, nos Barris, reunirá ilustradores, escritores, editores e roteiristas de várias partes do país em Salvador, além de educadores, amantes das artes e interessados. Serão cinco dias de exposições, lançamentos de livros, oficinas teóricas e práticas de ilustração e texto, palestras e mesas redondas sobre produção de texto e imagem, tudo aberto ao público e gratuito.

Acontecerão também atividades abertas ao ar livre como saraus, recitais, contadores de histórias, exposição de livros, desenhos coletivos e intervenções, no pátio da Biblioteca, também com acesso livre ao público. Ilustradores e escritores renomados como Ana Raquel, Odilon Moraes, Fernando Vilela, Daniel Munduruku, Carlos Ferreira, Gonçalo Júnior, Cau Gomez, Enéas Guerra e os argentinos Rebeca Luciani e Andrés Goldestein farão parte da programação.

A abertura do Festival acontecerá no dia 02, às 19h, com a exposição coletiva “A História das Cores”, com trabalhos selecionados através de convocatória pública.
Haverá outras duas exposições no festival, individuais. Uma do artista gráfico e cartunista Cau Gomez, cujo lançamento acontecerá no dia 03, às 20h, na Galeria Pierre Verger, na Biblioteca Pública dos Barris, chamada “Cau Gomez Traço a Traço”. A exposição reunirá caricaturas e ilustrações do cartunista mineiro, residente em Salvador há quase duas décadas, selecionadas pelo próprio artista. A mostra é inédita, composta por cartuns, caricaturas, ilustrações e pinturas em tela das diferentes fases criativas do cartunista, caricaturista e ilustrador Cau Gomez.

A outra exposição individual será da ilustradora argentina Rebeca Luciani e será aberta ao público no dia 02, às 19h, no foyer da Biblioteca Pública dos Barris. As três exposições poderão ser visitadas até o final do mês de abril.

Festival contará com sete mesas redondas temáticas

O cartunista e ilustrador Cau Gomez é um dos convidados da mesa redonda de abertura do I Festival de Ilustração e Literatura da Bahia, no dia 02 de abril, às 19h, com Nelson Maca e Lydia Hortélio, debate e apresentação de experiências.
Acontecerão outras seis mesas redondas durante o festival. No dia 03, às 14h, o tema será “Estratégias de valorização do livro e estímulo à leitura”, com Elizete Lisboa – professora e escritora, publica livros em braile; a educadora Daiane Silva e o poeta e professor Nelson Maca.

No dia 04, às 9h, o tema será “Criação de Roteiro e adaptação de texto literário”, com o roteirista argentino Andres Goldestein, o roteirista gaúcho Carlos Ferreira e o escritor e ilustrador paulista Odilon Moraes.

Já no dia 05, às 9h, haverá a mesa redonda com o tema “Estética: Entre a massificação e a Identidade Cultural”, com a participação do educador e escritor Daniel Munduruku e o xilogravurista e cordelista Franklin Machado.

“Desafios da publicação e Mercado editorial” será o tema da mesa redonda que acontecerá às 14h do dia 05, com a participação do jornalista e escritor Gonçalo Júnior, a artista plástica Lúcia Rosa e a editora Valéria Pergentino.

No sábado, 06, às 9h, haverá uma mesa redonda sobre “O livro infantil”, com a participação da escritora e ilustradora mineira Ana Raquel, a pesquisadora Mônica Menezes e o escritor, ilustrador e designer paulista Fernando Vilela.

A última mesa redonda acontecerá também no sábado, 06, às 14h, com o tema “Ilustração: o processo criativo. Com a palavra, o ilustrador”, com a participação do ilustrador e cartunista Cau Gomez, da ilustradora Rebeca Luciani, da ilustradora e artista visual Vânia Medeiros e do ilustrador, editor e designer Enéas Guerra.

Serão oferecidas 12 oficinas práticas gratuitas

Outro grande atrativo do festival será a realização de oficinas gratuitas, com 20 vagas cada. São elas: Oficina de Quadrinhos e ilustrações infantis; Brincando de livro, brincando de braile: Leitura e inclusão; Caminhos Mutantes, livro coletivo; Oficina de Desenho e Construção de Quadrinhos; Contar através da cor; A imagem das palavras, a palavra da imagem; O que é um livro ilustrado; Cartoneirismo, uma prática possível; As linguagens narrativas num livro ilustrado; Roteiro para Quadrinhos; Ilustração Editorial; e Cidade Invisível: Oficina de Colagem.

Livros infanto-juvenis ilustrados serão lançados

No dia 06 de abril, sexta-feira, entre 17h e 19h, haverá o lançamento dos livros de Enéas Guerra: “Que Bicho Doido!” e “Vaporzinho”; e de Cau Gomez e José de Jesus Barreto, com “Pastinha, o menino que virou mestre de capoeira”. Este ultimo foi o único livro baiano na categoria infanto-juvenil a ser indicado para o Prêmio Jabuti de Literatura. Ele conta a história do mestre Pastinha desde sua infância até se tornar o criador da capoeira Angola e uma referência da capoeira no país.

Já no dia 03, às 20h, o cartunista e ilustrador Cau Gomez lançará o livro “O dia em que os gatos aprenderam a tocar jazz”, de autoria de Pedro Henrique. O livro foi vencedor na categoria juvenil do concurso da Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, realizado em 2012 para o lançamento de sua nova coleção Infantojuvenil.

O festival de Ilustração e Literatura é uma realização do Movimento Contínuo e um dos projetos selecionados no edital da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Sítio do Festival: http://www.ilustrafestival.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s