Cine Odé – Cinema no Terreiro: programação de ABRIL

Captura de Tela 2016-02-12 às 13.57.38

Em ABRIL, as sessões do Cine Odé – Cinema no Terreiro , no Terreiro de Odé em Ilhéus/Ba, acontecem nos dias 30/4 e adentra o primeiro dia de maio, 1/5 (sábado e domingo, respectivamente), sempre às 17h. O Terreiro de Odé, fundado por Pai Pedro Faria, fica no Bairro Alto do Basílio, cujo acesso mais comum é próximo à Feira do Malhado.

Captura de Tela 2016-01-14 às 19.34.09Um lembrete: para facilitar o acesso ao Terreiro de Odé, local da Mostra, o Cine Odé oferece um veículo para levar e trazer os interessados até o ponto de ônibus próximo. Para informações, ligue (73) 98110-5773.

A entrada é gratuita.

No sábado, dia 30, serão exibidos os curtas “Mestres da Cura”, filme coletivo do Projeto Alecrim; e “A Boca do Mundo – Exu no Candomblé”, de Eliane Coster.

No domingo, dia 1 de maio, será exibido o longa “O Pagador de Promessas”, de Anselmo Duarte, até hoje o único filme brasileiro a conquistar a Palma de Ouro do Festival de Cannes, na França, um dos mais importantes prêmios cinematográficos do mundo. Foi Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1963.

A convidada especial da sessão de ABRIL será Daniela Galdino, que é performer, poeta, escritora e vem se aventurando também como atriz de Cinema. Daniela estará na sessão de domingo, dia 1/5. Após a exibição dos filmes, a roda de conversa será aberta a todos que queiram participar.

SOBRE OS FILMES de Abril:

SÁB, 30/4, 17h l A boca do mundo – Exu no Candomblé” (2009, 26min).

Captura de Tela 2016-04-12 às 09.50.40O curta, dirigido por Eliane Coster, traz múltiplas representações e significados do Orixá Exu, um dos deuses do Candomblé, propondo uma incursão poética no universo simbólico e cultural de Exu, intimamente relacionado à sexualidade, à comunicação e ao comércio. Exu é um orixá polêmico no interior da cultura popular brasileira e da história do Brasil, pois tem sido apropriado por outras religiões, muitas vezes de forma negativa devido à história de perseguição, preconceito e desconhecimento acerca das religiões africanas. Com depoimentos de Mãe Beata de Iemanjá, ialorixá do Rio de Janeiro, entre outros participantes, o documentário teve origem na pesquisa de mestrado sobre “Fotografia e Candomblé” da diretora que é também fotógrafa.

SÁB, 30/4, 17h l Os Mestres da Cura” (2009, 11min).

imagem mestres da cura

Documentário sobre o conhecimento das plantas medicinais e dos rituais sagrados de curandeiros e rezadeiras da Chapada Diamantina. Esse trabalho é o resultado da pesquisa realizada pelo grupo de jovens e educadores do Projeto Alecrim/ Ponto de Cultura Grupo Ambientalista de Lençóis, na zona rural e urbana de Lençóis/ BA. A produção é coletiva e a pesquisa, roteiro, imagem e edição foram realizados por: Alexandre Emanuel, Camila Drumond, Diego Cruz, Fernanda Sindlinger, Gal Pereira, Lindinalva Pereira, Marcelo Góis, Mestre Nildo, Saphira Caleffi.

DOM, 1/5, 17h l O Pagador de Promessas” (1962, 118min).

Captura de Tela 2016-04-12 às 10.30.01Uma obra-prima do cinema brasileiro, O Pagador de Promessas, baseado na narrativa de Dias Gomes, foi dirigido e roteirizado por Anselmo Duarte. As filmagens foram realizadas em Salvador e é o único filme brasileiro até hoje a conquistar a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, um dos mais tradicionais e importantes festivais de cinema do mundo. Conquistou também outros inúmeros prêmios e uma indicação para o Oscar de 1963, no qual concorreu como melhor filme estrangeiro.

No filme, Zé do Burro, interpretado por Leonardo Vilar, é o dono de um pequeno pedaço de terra no interior da Bahia. Seu melhor amigo é um burro chamado Nicolau. Quando este adoece e não se consegue fazer nada para que o animal melhore, ele faz uma promessa a uma mãe de santo do candomblé: se seu burro se recuperar, promete dividir sua terra igualmente entre os mais pobres e carregará uma cruz desde sua terra até a Igreja de Santa Bárbara em Salvador, onde a oferecerá ao padre local. Assim que seu burro se recupera, Zé dá início à sua jornada. O padre local, entretanto, que representa a autoridade da religião oficial, recusa a cruz de Zé após ouvir que a promessa foi feita num Terreiro.

Anúncios

3 respostas em “Cine Odé – Cinema no Terreiro: programação de ABRIL

    • Oi Andreza. O Terreiro fica no bairro Alto do Basílio, cujo acesso principal fica próximo à Feira do Malhado. O acesso sem carro não o mais fácil (embora seja viável). Portanto, disponibilizamos uma Van para pegar o público no ponto de ônibus na Av. Itabuna e depois da sessão, levar de volta ao ponto. Para informações sobre a Van ou sobre como chegar, pode ligar horas antes da sessão para o nosso tel: (73) 98119-5773.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s