Participações do “Muros” em festivais e mostras nacionais e internacionais

Muros (25min, 2015), filme de Fabricio Ramos e Camele Queiroz, ganhou o prêmio de Melhor filme pelo Júri do V Feciba – Festival de Cinema Baiano de 2015. Participou da I edição do Festival Filmes da Estação. O filme segue participando dos seguintes festivais e mostras nacionais e internacionais:

As Cruzes e os Credos (prévia): filmar é ir a um encontro inesperado

O resgate do tema de um curta universitário que o realizador gravara dez anos antes o coloca em busca do reencontro de uma história. Fazer o filme se torna um encontro inesperado com o sagrado e o mistério. A prévia é uma amostra que sugere os caminhos do nosso trabalho.

Iniciativa de apoio ao curta “As Cruzes e os Credos”. Participe!

Fabricio Ramos e Camele Queiroz convidam os amigos (conhecidos e não conhecidos) a apoiarem parcialmente a viabilização do curta As Cruzes e os Credos,  através de cota de patrocínio de valor fixo: R$ 20,00. “Nós, realizadores, já contamos com apoio para a filmagem, com hospedagem solidária e outras estruturas, restando apenas aportar recursos para custearContinuar lendo “Iniciativa de apoio ao curta “As Cruzes e os Credos”. Participe!”

Documentário “Profissão de vaqueiro” registra viagem dos vaqueiros ao Senado

O documentário não resume a história dos vaqueiros, nem a isso se propõe: apresenta a memória filmada dessa viagem que os vaqueiros fizeram para testemunhar um momento histórico no país, que é parte de um processo de reconhecimento do vasto patrimônio cultural da cultura sertaneja

Antônio Olavo no quinto webdoc do Canal Bahiadoc

Em sua casa, Olavo contou como iniciou a sua relação com o cinema (participando como estagiário da produção de “Dona Flor e seus Dois Maridos”), comentou sobre a sua trajetória de militância política e sobre as suas realizações como documentarista.

Canal Bahiadoc conversa com o cineasta baiano Antônio Olavo

O quinto webdoc da série do projeto Canal Bahiadoc traz uma conversa com o cineasta Antônio Olavo, cuja trajetória como realizador é marcada pela abordagem de temas alicerçados nas vivências do povo negro e nas lutas sociais e históricas.

Carlos Pronzato participa do quarto webdoc do Canal

Na conversa com o Bahiadoc, Pronzato falou de sua trajetória, sua íntima relação com a América Latina e suas viagens e experiências pelo continente, as dificuldades que enfrenta ao fazer cinema, comentou acerca da sua militância com vistas à permanente transformação política e social frente às injustiças todas, e sobre a sua relação com a Poesia e a Arte, dimensões que já não separa de sua ação política. O webdoc estará disponível online em breve em nossas redes.